28 de outubro de 2014

da gringa: recebidos da Romwe

{antes que vocês tomem um susto: tô (quase) loira. tomei coragem e arranquei a virgindade do meu cabelo. e cortei um pouco. quase matei o cabeleireiro na hora com o susto, mas já me acostumei e tô amando. se você não gostar, não comenta hahaha}

Há 73 dias atrás, fiz meu último pedido na Romwe. Sim, meus pedidos dessa loja costumam demorar em média esse tempo aí. Mas como é parceria, não tenho do que reclamar. Infelizmente, dos 4 pedidos que fiz, apenas 3 chegaram e apenas 1 coube em mim. Cheguei a perguntar onde estava o quarto elemento, e a loja não se lembrava do pedido, mas me devolveu os créditos. Estava com uma expectativa grande com as encomendas, achando que ia ficar na moda floral do momento, mas infelizmente não foi dessa vez. 

1. A única peça que coube em mim e eu AMEI foi esse cropped listrado de manga comprida. Coube certinho, ficou bem bonito e é mais uma peça pra usar com minha calça de cintura alta - que aliás, já usei hehehe. Gostei demais, sem reclamações. 
2. Pedi uma jardineira de girassol, top de vendas da loja. Pedi tamanho M de acordo com a medida pro quadril, já que tenho 98cm e segundo o site era 100cm. Só que não. O bagulho ficou enorme em mim, acho que até cabem duas Barbs ali, sem exageros. Fiquei decepcionadíssima, pois era o que mais queria. Ainda não sei o que farei com ela, se sorteio, se vendo, se dou pra alguém próximo. Digo depois aqui. Mas veio bem bonita, bem acabada e é jeans. 
3. Outra peça que pedi e me decepcionei foi esse short de daisy print. Gostaria de que todos vocês dessem uma boa olhada nas fotos do link, na leveza que o short aparenta ter. E agora comparem com as fotos reais feitas por mim. Só tenho a dizer que: achei nada a ver. O tecido me parecia ser bem molinho, ao vivo achei mais estruturado. Pedi tamanho XL pois segui as medidas da cintura, que diz ser 78cm e eu tenho 76cm. Esses dois centímetros de diferença deveriam ser praticamente nada, mas pra mim parece demais. Enfim, não rolou e mesmo apertando não fiquei com vontade de usar. Depois decido o que farei com ele também. 

Tinha pedido esses anéis também, mas não vieram. Uma pena. 
Quando eu decidir o que fazer com as outras peças, aviso vocês por aqui. Obrigada, Romwe! :)


13 de outubro de 2014

TWWD - The Six Project: Estampa Floral

Hoje é dia de mais um projeto The Way We Dress e o tema escolhido dessa vez foi a estampa floral! Dessa vez vale qualquer peça do guarda-roupa. Gosto demais dessa estampa e nem tenho tanta coisa assim, por não achar tanto, mas hoje que ela tá voltando a ser mais usada tenho encontrado bastante coisa bacana. Tanto que resolvi usar a minha mais nova aquisição recente, que já havia mostrado aqui. Outubro é o mês do meu aniversário e nada mais bonito do que comemorar com essa estampa linda! :)

Tô gostando demais desse cropped floral da C&A, não quero parar de usar. Pena que só consigo usar com um único short que tenho e com essa calça. Os looks acabam ficando limitado demais. Mas enfim, fui numa festa com esse look que montei e gostei bastante. Com única calça de cintura alta que tenho, maravilhosa que jamais abrirei mão. (espero que eu nunca engorde né) No dia da festa usei esse look com o meu Vans azul, mas deu uma pegada muito gata do skate, então eu resolvi afeminar um pouco mais, daí hoje optei pela sandália rasteira. Gostei bastante dessa combinação, e usarei bastante. Espero que vocês também gostem. 

  1. Cropped floral, da C&A - R$ 29.90
  2. Calça cintura alta "American Apparel", do AliExpress (link) - $ 12.78 (dólares)
  3. Sandália rasteira, da Sonho dos Pés - R$ 70
  4. Bolsa-saco sem marca, da minha mãe (dos anos 80) - R$ 0 (porque não faço ideia e não precisei pagar)
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
TOTAL DO LOOK: R$ 129.93

Gostaram? Pra ver o look das outras meninas, só clicar nos links abaixo:



2 de outubro de 2014

existe amor - e desabafo - na C&A

Desde que comecei a comprar na China e fiquei viciada, faz um tempo que parei de frequentar lojas de departamento e até brechós. Porém, quanto aos brechós já voltei essa semana em dois e garimpei várias coisas lindas, jájá tem post aqui. Já as lojas de departamento parei mesmo porque comecei a encontrar muita coisa vinda da China a preços absurdos. 

Daí pensei: se o produto é o mesmo, a qualidade é a mesma, mas o preço é maior, por que eu vou pagar mais caro só pra ter o conforto de experimentar e comprar na hora? Sim, sou dessas, prefiro ir até a loja e experimentar pra depois pedir na China do que pagar mais caro. Uma vez causei certa polêmica na fanpage do blog por comentar que tenho pena de quem prefere pagar mais caro sabendo que tem barato na China. Me acusaram de financiar trabalho escravo e não dar o devido valor ao trabalho das fábricas de moda brasileiras. Gente, faça-me o favor. Desde que comecei a comprar na China meu olhar tá cada vez mais crítico, vejo roupas e já penso "tem no Ali" - e tem mesmo - daí entro nas lojas e vejo uma blusa simples por mais de 50 reais e já me recuso a pagar. Eu sei dar o devido valor quando vejo uma loja de departamento/marca criando seu próprio estilo, caimentos bacanas, diferenciados, vejo o esforço que a loja teve pra criar tal peça. Agora, se eu vejo que a marca tá ali só pra revender a preços triplicados algo que ela simplesmente importou de outro vendedor em outro país, sim, eu me recuso a pagar. 

Quanto ao lance de pagar pelo conforto de poder experimentar: me meço igual uma doida aqui em casa com a fita métrica, sigo as tabelas de cada produto, e não tenho mais errado nada. Tudo que tem chegado aqui em casa fica certinho. Não tenho segredo, mostro todas as fotos pra vocês. 
Quanto à ter o produto na hora e não esperar meses pra chegar: não ligo, praticamente toda semana chega algo pra mim, fico contente com o resultado e vale a espera. 

Enfim, isso foi um desabafo apenas pra justificar a minha ausência das lojas do Brasil. E também pra dizer que esse final de semana, a Isa do The Urban Trends me mandou a foto de um vestido bapho da C&A e quando ela me disse o preço eu resolvi estabelecer como meta de vida ter o danado pra mim - tem post dela sobre ele aqui. E passar o aniversário - e o Ano Novo - com ele. E lá fui euzinha. Aí começa a aventura, venham.

Primeiro que eu já estava desesperada pois a moça da loja havia dito à Isa que os modelos estavam escassos pra evitar que todo mundo saísse igual nas ruas: oi? que? aff. Segundo que assim que cheguei, já vi o lindo escancarando beleza na vitrine. Fuçando as araras vi que só tinha tamanho 44 e desejei engordar alguns quilos fervorosamente no mesmo instante. Daí descobri que a manequim da vitrine estava vestindo o último modelo 38, que obviamente tinha que ser meu número, só de sacanagem com a minha cara. Fui no provador com o 44 pra ver se o "vai que.." funcionava nesse dia. Conversei com a moça do provador, expliquei que era meta de vida ter o vestido e delatei a ridícula da manequim da vitrine pra ela. Daí ela chamou a gerente do setor, e a bixa me disse que a política do shopping não permitia que as roupas de vitrine fossem mexidas. Pegou meu nome completo, disse que reservava e à noite tirava. Que era só eu passar lá no dia seguinte pra buscar. 

Chega eu no dia seguinte e já pro meu desespero, a porra da manequim da vitrine tá ainda com o vestido 38. Procurei a gerente do dia - que era outra - expliquei a situação, e ela silenciosamente foi na vitrine e despiu a manequim. Assim, na lata. Disse que não era problema nenhum. Desejei uma vida bem miserável pra gerente do dia anterior. Fui experimentar, senti que ficou um pouco largo na cintura, mas nada que um cinto não resolva, LEVEI obviamente. Essa foi a aventura do vestido. Tô muito feliz. Agora deixo uma foto procês chorarem a beleza dele comigo. 
DETALHE <3
O que achei mais legal foi ver que um vestido longo e bonito desses só custava R$ 79.90. Hoje em dia, bastou o vestido ser longo que já passa de R$ 100. Achei muito bacana da C&A, além de ter achado muitas coisas bonitas e baratas por lá. Achei o preço justíssimo e fui pra casa muito feliz. Mas não acaba por aí, hehe. No dia anterior acabei dando uma geral na loja e me permiti experimentar um cropped que achei bem bonito. Incrivelmente comprei tamanho 36 e ficou um pouco largo nas costas, mas levei ainda assim. O mais legal foi que a etiqueta dizia R$ 49.90 e na hora de pagar passou R$ 29.90. Eu humildemente perguntei se tinha passado errado e a moça disse que havia baixado. Ô GLORIA! Quem diria que eu pagaria 30 reais num cropped bonito desses aqui no Brasil? 
Essa foi a aventura do meu final de semana, obrigada você que leu até aqui. Beijos e até a próxima. 


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...